25/04/2017

    Evolução híbrida

    Testes no Brasil comprovam eficiência do Elétrico-Híbrido, nova geração tecnológica dos híbridos Volvo

    Frase

    “Na ponta do lápis, os testes mostraram que a tecnologia do Elétrico-Hibrido é economicamente viável”.

     

    Renan Schepanski, engenheiro de vendas da Volvo

    O Elétrico-Híbrido foi testado em Curitiba (PR) e pertence à segunda geração de híbridos da marca. Sua bateria também é recarregada com a energia gerada durante frenagens, assim como nos híbridos de primeira geração. Mas o diferencial é a recarga adicional da bateria do motor elétrico também em estações nos pontos finais de embarque e desembarque de passageiros. A operação dura, no máximo, seis minutos.

    A vantagem do Elétrico-Híbrido é sua maior autonomia no modo 100% elétrico e consequente redução de consumo de combustível e de emissão de poluentes. Durante os testes o veículo operou 55% do tempo no modo totalmente elétrico, apresentando consumo de diesel 65% menor que o ônibus convencional a diesel e 20% abaixo do híbrido convencional. A comparação foi possível porque os três estavam circulando na mesma linha, nas mesmas condições de tráfego e de passageiros.

    Os testes aconteceram de agosto de 2016 a janeiro de 2017 e realizaram-se por meio de uma parceira entre Volvo, Siemens, Ericsson, URBS, Setransp (Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana), UTFPR (Universidade Tecnológica do Paraná) e as empresas de transporte urbano Redentor, Cidade Sorriso e Glória.

    Confira abaixo algumas imagens relacionadas a esse post:


     
     
     
     

     
     
     
     

     
     
    CATEGORIAS:
    Outra

    Comentários

    RSS
    CARREGAR VERSÃO PARA COMPUTADOR